quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

Snow

Sei que eu estou devendo o post da Philadelphia e tudo mais, mas esta é uma edição extraordinária: tudo porque demorou, mas nevou aqui em Jersey! Teve uma nevezinha mixuruca em novembro, mas não contou. Eu queria VER a neve cobrindo os telhados das casas, os carros, as árvores... tudo bem poético na teoria, mas na prática a neve ainda vai encher muito o saco pra dirigir, sair na rua, levar as kids pra lá e pra cá... but excuse me, porque eu ainda tô empolgadinha? Agora é hora de sair tirando 20873 fotos, fazer raspadinha de neve, anjo de neve, guerrinha de neve! Eu deixo pra começar a chamar a dita cuja de "merda branca" só depois. Agora, fotos e vídeo pra encerrar o falatório... Beijos!
(P.S.: A Juli de quem eu falo no vídeo é minha irmã... que tá chegando pra fazer skibunda aqui no backyard! Uuuuh!).


video

terça-feira, 9 de dezembro de 2008

Invasão Z... ativar!

E aí, pessoas? Tudo bem? Tem alguém aí ainda?

Então, a preguiça comanda mas vou fazer um post-resumo das últimas semanas. Pra começar, já dá pra dizer que o mês de novembro foi bem movimentado e cheio de emoções (ooooh!): meu aniversário, 6 meses de USA, despedida da dude Dre e, claro, a tão esperada visita do Mr. Z.

Sim, meu amoreco veio passar 2 semanas aqui comigo, e vou te falar: nada como ter por perto, depois de 6 meses, alguém com quem vc pode ser vc mesmo, alguém com quem vc se importa e que realmente se importa com vc (apesar de todos os chiliques e frescurices), resumindo... como é bom ter por perto alguém que você realmente ama. Caralho, muito bom isso. Eu estava à beira de um ataque animal de nervos antes de ele vir, cheguei mesmo em pensar em voltar pro Brasil antes da hora e etc. Mas aí nos divertimos tanto, e conversamos tanto, e namoramos tanto, e aproveitamos tanto, que eu dei um chega pra lá na tristeza e tudo ficou ótimo. Claro que depois de uns dias que ele tinha ido embora eu fiquei meio mal, me sentindo sozinha de novo, mas isso é completamente normal. Nada que a lembrança de subir o Empire State Building no dia do meu aniversário e ver a Big Apple toda iluminada ao lado do Sr. Cabeça de Batata não apague. ;-)

Tava um frio... mas quem se importa?

Quanto ao Thanksgiving, foi tudo muito bem, obrigada. Fomos pra casa da irmã do meu host e jantamos num grupo de umas 30 pessoas super receptivas, enchemos a pança, conversamos com uma galera agradabilíssima... foi tudo o que um típico feriado norte-americano deveria ser! E ainda teve o bônus de a cabaça aqui dirigir, em pleno dia de Thanksgiving, no meio de Manhattan, pra cruzar NYC e chegar em Long Island... maluco, pensa numa pessoa tensa e perdida! Mas no final, entre mortos e feridos salvaram-se todos. Menos o peru. :-P

E quanto ao último fds, decidi me mandar pra Philadelphia pra não ficar aqui em casa sozinha, já que a host family resolveu viajar de última hora. Fui com uma au pair croata super gente boa aqui do meu cluster, a Josie, que passou no teste da trip, hehehe. Philly merece um post à parte, mas tudo o que posso dizer no momento é: Philadelphia rocks, babe!

Agora vou voltar à minha vida de ócio e libertinagem (hã?), na contagem regressiva pra nova invasão Z: 11 dias pra sis Z. chegar aos USA! U-hu!! Isso é bom demais ou o que, minha senhora??